Planejar a Vida – Metas para o Sucesso

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A prática do planejamento no âmbito pessoal pode auxiliar no gerenciamento da carreira e maximizar a  prática do planejamento no âmbito pessoal pode auxiliar no gerenciamento da carreira e maximizar o potencial profissional.

O exercício do planejamento, amplamente difundido no contexto empresarial, necessita ser explorado no aspecto pessoal.

Utilizando o referencial teórico sobre planejamento estratégico pessoal existe a hipótese de que quanto maior for o nível de planejamento pessoal maior seria a satisfação profissional, utilizada como proxy do desempenho.

O planejamento pessoal ocorre no âmbito individual e geralmente discorre sobre elementos pessoais do planejador tais como relações com a família, o trabalho e demais relações sociais. Se no escopo organizacional envolve o exercício sistemático de prospectar ações futuras, no escopo individual não é diferente. Deste modo, o planejamento individual deve formalizar possíveis ações que serão importantes a eventos futuros que potencializem oportunidades e minimizem ameaças.

Hoje, é muito difundida a relação Pessoal/Profissional já que ambas tem total importância na humanidade. Agora, saber lidar com essa divisão é um desafio.

A triste realidade é que muita gente não sabe o que pretende da vida simplesmente porque nunca pensou sobre o assunto. As pessoas vivem no piloto automático. Ouvem de alguém que deveriam ser advogado, engenheiro ou médico, e simplesmente acreditam em vez de se perguntar do que gostam.

O que realmente interfere na felicidade é o tempo que passamos com pessoas que são importantes para nós, como amigos e familiares — mas só se você estiver por inteiro: não adianta ficar no celular quando se encontrar com quem você ama. Hoje, muita gente prioriza o trabalho ironicamente junto com o supérfluo em vez dos relacionamentos, e isso aumenta a infelicidade.

Sucesso não traz, necessariamente, felicidade. Ter dinheiro ou ser famoso só nos faz ter faíscas de alegria. A definição de sucesso para as gerações mais novas mudou. Não é que as pessoas não busquem dinheiro e poder, mas há outros incentivos.

No passado, sucesso era definido de maneira restrita, e as pessoas ficavam numa empresa até a aposentadoria. Agora, há uma ânsia por ascender no trabalho, ter equilíbrio na vida pessoal e encontrar um propósito.

 

Planejar a vida é a questão fundamental.

 

Até!


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

Face!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *